jan/fev/mar 2018 Máquina do Mundo

Telas que seguem comigo como obra aberta.

Até que em uma situação de “dupla captura entre obra e um olhar” sigam para o mundo.

Convido-os a visitar o Astrolábio para ver ou rever este trabalho e deixar-se tomar pela beleza dos versos e as imagens que alcancei com esta inspiradora obra.

O poema ” A máquina do mundo” de Carlos Drummond de Andrade foi considerado por críticos e literatos

no ano 2.000, como o melhor poema brasileiro do século XX.

Artistas convidados

Astrolábio Ateliê et Galeria

Rua Maria Leonete da Silva Nóbrega, 126
Alto de Pinheiros, São Paulo, SP
Fone 11 38620558

Desfrute ainda mais do Astrolábio

Projetos